É essencial conhecer a si mesmo para ser um bom líder. A lógica é simples: ao tomar ciência sobre as suas próprias características, você pode usá-las a favor do seu crescimento, desenvolvendo-se. Para tanto, os estilos de liderança podem auxiliar você na busca pela sua marca.

Para encontrar o seu tom de trabalho, observe os aspectos mais marcantes em cada estilo e destaque qual tem mais a ver com você. Ficou curioso? Vamos apresentar 3 grandes grupos: continue conosco para saber quais são eles!

Liderança liberal

Também encontrado com o nome “laissez-faire” (do francês deixar fazer), o estilo liberal de liderança dá abertura para que as atividades sejam feitas com total autonomia por parte da equipe. É um estilo de trabalho muito bem-sucedido quando se conta com colaboradores que praticam a autogestão e estão preparados para executar suas funções com perfeição.

O ponto de atenção para exercer esse estilo de liderança é: se o perfil do seu time de trabalho é dependente e irresponsável quando há ausência de um “comando” ou controle central, os resultados podem ser negativos. Contudo, desprendendo-se das questões operacionais, o líder liberal pode focar melhor na estratégia.

Liderança democrática

Já a liderança democrática trata a tomada de decisão de maneira compartilhada. Isso pode se estender também para a delegação de tarefas, definição de estratégias, etc. Por permitir opiniões diversas e pesá-las, é necessário muito mais equilíbrio por parte do líder — que deve manter o ambiente sempre organizado, apesar das múltiplas direções.

Pode-se dizer que esse estilo é um meio termo entre a liberal — que deixa os colaboradores trabalharem de maneira autônoma — e o autocrático, cujo poder de decisão é centralizado e autoritário (do qual falaremos no próximo tópico).

O ponto de atenção para o líder democrático é não deixar o desempenho se afetar por conta de dar ouvidos a sugestões que não colaboram com o propósito da equipe. Lembre-se de que há diversos tipos de tomada de decisão e, nesse caso, você também pode consultar e ouvir a todos — e tomar a decisão sozinho.

Liderança autocrática

O direcionamento da liderança autocrática está focado na pessoa que detém o cargo “mais alto”. A principal característica desse estilo é o perfil coercitivo. Em outras palavras, a tomada de decisão é centralizada. Sendo uma figura autoritária, o líder ele leva em conta suas próprias conclusões, não dando espaço para que a equipe interfira nesse sentido.

Esse estilo de liderança está muito mais ligado às gerações de baby boomers e veteranos, que valorizam o tempo de empresa e a “meritocracia”, bem como as punições como forma de corrigir ou nortear o comportamento dos liderados.

Os “chefes que mandam” e cobram muito para bater metas, comandando de forma enérgica, podem ser enquadrados nessa categoria.

Vale lembrar que o líder autoritário não costuma ter muito sucesso na gestão de pessoas das novas gerações, já que a tendência é que as empresas sejam cada vez mais disruptivas nesse sentido.

É importante se atualizar com o perfil das empresas e a expectativa do mercado

Como líder, o ideal é que você se preocupe em estar sempre evoluindo, agregando mais técnicas e aptidões — que são bem-vindas em qualquer um dos estilos de liderança —, se atentando para o que o mercado espera de você, bem como atendendo a sua equipe. Além disso, não deixe de lado o seu plano de carreira pessoal.

Que tal dar o primeiro passo nesse crescimento, ficando por dentro das melhores dicas de desenvolvimento para a sua gestão e liderança? Nos acompanhe no FacebookTwitter e LinkedInAssim, você vê os nossos conteúdos em primeira mão!