28A rotatividade dos colaboradores da empresa é um indicador que precisa ser controlado. Ciclos infindáveis de contratação e desligamento podem prejudicar o andamento do trabalho, além de significarem prejuízos, tanto no clima organizacional quanto nas finanças. Nessa situação, a preocupação sobre como reduzir turnover está sempre em pauta.

Mas você sabe como medir essa rotatividade e quais ações ajudam na correção dos problemas? Preparamos este post justamente para esclarecer essas questões. Continue lendo e fique por dentro!

Qual é o impacto do turnover nos resultados da organização?

Chama-se de turnover o movimento de saída e reposição de colaboradores. Se a empresa sempre está contratando porque não consegue manter as pessoas em seu quadro, independentemente do motivo, é preciso dar mais atenção a esse tópico.

Além dos custos que demissão e contratação têm, há de se considerar ainda a necessidade de treinamentos, o momento de adequação no trabalho, a incerteza sobre o perfil do contratado, ponto sobre o entrosamento da equipe etc.

Esses lances demandam recursos, sejam financeiros, de energia ou tempo. Assim, é essencial evitar esses gargalos, com ações consistentes. Além de garantir a boa experiência do colaborador, recompensas adequadas às funções e um bom clima organizacional. Veja 3 formas de fazer isso!

Aprimorando o processo de seleção

Principalmente com o boom da geração Y no mercado, há a crescente tendência de identificação com o propósito da organização. As pessoas querem fazer parte de algo e reconhecer os seus objetivos traduzidos nos resultados das empresas pelas quais trabalham.

Sendo assim, o primeiro passo para garantir que a taxa de turnover não prejudique o negócio é contar com um processo de seleção estruturado, que tenha a definição claríssima de qual fit cultural se adequa ao modelo de trabalho das lideranças, podendo assim alinhar as expectativas.

Definindo metas ousadas e factíveis

Principalmente em empresas que, de fato, investem no desenvolvimento do capital humano, o ritmo de trabalho é inspirador quando metas ousadas são alçadas, expostas à equipe e acompanhadas pela liderança. O ponto de atenção: não deixe o ambiente inviável pela cobrança do impossível, também assolando a todos com a frustração de não conseguir.

Se a empresa não dá suporte de qualidade para o trabalho, raramente um vendedor, consultor ou pessoa da linha de frente vai “fazer milagres”. A pressão da liderança para obter resultados não pode falar mais alto que o crescimento estruturado. Não sobrecarregue o seu time, administre as metas e crie condições favoráveis ao alto desempenho.

Reconhecendo os talentos da empresa

O reconhecimento e retenção de talentos falha quando a taxa de turnover é alta — é causa e efeito. Você atua na liderança como um verdadeiro mentor para o time? Atualmente, a relação de trabalho se dá como colaboração mútua: a empresa investe na pessoa e a pessoa investe na empresa. Os recursos são diferentes, mas a lógica é a mesma.

Pense além do plano de carreira e das bonificações: é importante criar um verdadeiro programa de desenvolvimento, considerando a capacidade de cada colaborador, incentivando a melhoria dos pontos fracos e injetando incentivos, em forma de treinamentos e desenvolvimento de competências.

Como fazer o cálculo da taxa de turnover corretamente?

Um RH estratégico deve tomar decisões com base em indicadores reais. Para tanto, há uma fórmula simples para calcular turnover:

  • some admissões e demissões;
  • divida o resultado por 2;
  • divida o novamente pelo total de colaboradores;
  • multiplique por 100 para chegar à porcentagem.

Se num determinado espaço de tempo o RH tem os registros de 4 admissões e 4 demissões, numa corporação de 16 pessoas, a taxa de turnover desse período é a seguinte:

  • 4 + 4 = 8;
  • 8 / 2 = 4;
  • 4 / 16 = 0,25;
  • 0,25 x 100 = 25%.

Nesse exemplo, a rotatividade representa um quarto do quadro de colaboradores: um nível alarmante. É importante determinar a taxa com exatidão para constatar a necessidade de criar planos sobre como reduzir turnover, a fim de manter a organização saudável e próspera, bem como a equipe.

Muitos líderes se perdem na questão de gerir o potencial das pessoas e acabam desfavorecendo o desempenho da empresa como um todo. Quer saber como não cometer erros? Confira 5 dicas incríveis para praticar a retenção de talentos!