Como acompanhar o desenvolvimentos da equipe? Veja 5 dicas

Acompanhar o desenvolvimento da equipe é uma das dificuldades dos gestores. A performance dos colaboradores deve ser analisada individual e conjuntamente para se ter uma visão mais ampla, saber o que precisa ser ajustado e quais profissionais devem melhorar suas competências.

Também é por meio dessa avaliação que o líder verifica o andamento dos projetos, repassa feedbacks e garante o cumprimento dos prazos. Além disso, trabalha de maneira integrada e sincronizada, evitando quedas na produtividade e ociosidade.

A questão é: como fazer esse acompanhamento? Existem 5 dicas principais. Saiba quais são elas, a seguir:

1. Defina metas de time e pessoais

A produtividade só pode ser avaliada a partir desse critério. Porém, é fundamental que as metas sejam claras, realistas, temporais e passíveis de mensuração. Caso contrário, os resultados obtidos tendem a ser falta de motivação e pouco engajamento.

Delimite as metas a partir de uma análise do mercado e de dados históricos. Por exemplo: se o faturamento atual é X, é inviável dobrá-lo em apenas um mês. Isso também vale para vendas ou qualquer outro setor.

Também é recomendável indicar algumas metas específicas para os colaboradores. Aqui, pode ser um objetivo menor para facilitar a conquista principal ou algo que ajude a aprimorar uma competência, por exemplo.

Assim, pode ser definido que a meta para a equipe é vender X unidades. A individual é alcançar 1/5 do total. Porém, um membro do time pode ter que melhorar sua capacidade de comunicação.

2. Divida as tarefas em etapas

Ao definir as metas a serem alcançadas, o gestor deve acompanhá-las constantemente para evitar imprevistos ao longo do processo.

O segredo para fazer esse controle é dividir as tarefas em etapas menores, mais fáceis de serem atingidas. Por exemplo: se um projeto tem 5 fases e precisa ser entregue em 10 meses, veja o nível de dificuldade dos estágios e determine um prazo para cada um deles dentro desse período.

Além disso, a mensuração pode ser realizada pela técnica PLOCA — que consiste em Planejar, Liderar, Organizar, Controlar e Ativar. Essas 5 etapas representam funções administrativas e são ordenadas para facilitar a detecção de desvios.

3. Trabalhe a quantidade e a qualidade

De nada adianta ter uma equipe altamente produtiva e que cumpre os prazos se os trabalhos entregues estiverem aquém do esperado. Por esse motivo, o recomendado é trabalhar a quantidade em equilíbrio com a qualidade.

O primeiro aspecto tem as metas — ou seja, os números que devem ser alcançados — como base. Já o segundo elemento exige o envolvimento do setor de RH, já que requer uma análise aprofundada da performance da equipe e a identificação da necessidade de treinamentos.

É dessa maneira que os colaboradores saberão o nível de qualidade a ser alcançado e o padrão a ser seguido.

4. Elabore relatórios sobre o desenvolvimento da equipe

As análises das performances do indivíduo e da equipe devem ser traduzidas em relatórios, que devem abranger dados sobre a atuação de cada colaborador, o cumprimento dos cronogramas e o andamento do time e dos projetos. Esse documento pode ser entregue para a diretoria e também serve como base para a identificação de problemas e riscos.

Tenha em mente que o relatório ajuda a ter uma visão mais ampla do rendimento conjunto e individual. Assim, você saberá em qual ponto deverá intervir para melhorar a performance e quais aspectos exigem ajuste.

5. Use ferramentas de gestão

O uso de softwares adequados facilitam o controle de dados e datas, bem como permite saber exatamente o que está acontecendo com os colaboradores. Esses benefícios são conquistados porque fica mais fácil realizar um planejamento e monitorar as atividades.

O sistema escolhido pode ser voltado para o gerenciamento de tarefas ou especificamente de projetos. O importante é fazer um controle apropriado e que simplifique seu trabalho.

Seguindo essas dicas, o desenvolvimento da equipe pode ser mensurado e controlado de maneira eficaz. Isso evita transtornos e imprevistos que comprometem o resultado empresarial.

Agora que você entendeu esse assunto, que tal aprofundar seu conhecimento? Leia sobre como lidar com conflitos entre funcionários do time! Até a próxima.